Vila Franca perde duas escolas básicas

O novo ano lectivo arranca com menos duas escolas básicas no concelho vila-franquense. O Governo decretou o encerramento das EB1 Nº5 de Vila Franca de Xira e da EB1 da Calhandriz, deslocando os alunos para as escolas do primeiro ciclo das Cachoeiras e de Alverca. A desactivação dos dois estabelecimentos de ensino não surpreendeu a autarquia.

O próximo ano lectivo arranca com menos duas escolas do primeiro ciclo a funcionar no concelho de Vila Franca de Xira. O encerramento destes estabelecimentos de ensino dá-se na sequência do reordenamento da rede escolar, em desenvolvimento pelo Governo, que divulgou na última quarta-feira, 18 de Agosto, a lista das 701 escolas básicas do primeiro ciclo que deixarão de funcionar em Setembro próximo.

A EB1 da Calhandriz e a EB1 nº5 de Vila Franca de Xira, no Monte Gordo, são os dois estabelecimentos que deixam de funcionar no concelho vila-franquense. Em Junho estavam referenciadas para poder fechar nos próximos anos lectivos quatro escolas concelhias, mas o encerramento da EB1 nº5 era o único apontado como certo já em 2010. As portas daquela escola primária não voltam, de facto, a abrir e as três crianças inscritas transitam para a EB1 das Cachoeiras.


A divulgação da lista na última quarta-feira deixou de fora o encerramento das escolas primárias das Cachoeiras e das Quintas (freguesia da Castanheira do Ribatejo), mas veio ditar o encerramento da EB1 da Calhandriz. O anúncio da desactivação dos dois estabelecimentos de ensino acabou por não surpreender a Câmara de Vila Franca de Xira que sublinha que a “matéria” foi debatida com a Direcção Regional de Educação de Lisboa (DREL).

Quando o próximo ano lectivo começar as oito crianças que estavam inscritas na EB1 da Calhandriz terão a EB1 de Alverca como escola de acolhimento. Os números falam, de resto, por si. Durante o último ano lectivo 16 crianças frequentaram aquela escola e a ausência de novos alunos levou a que o estabelecimento de ensino já não ministrasse a primeira classe.

O reordenamento da rede escolar leva ainda a Câmara de Vila Franca de Xira a sublinhar que os encarregados de educação dos alunos que transitam para as escolas primárias de acolhimento nas Cachoeiras e de Alverca “não terão qualquer custo com o transporte das crianças” e que os colaboradores dos estabelecimentos de ensino que já não abrem em Setembro “serão recolocados pelo Ministério da Educação”.

Fonte: Noticias de Alverca por: Ana Filipa de Sousa

0 comentários:

 

Arquivo

LIKE BOX

Contador

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”