Tejo: Poluição ameaça pesca e gastronomia regional

A poluição no rio Tejo, especialmente na zona de Vila Franca de Xira, está a ameaçar as espécies do rio, a pesca e, consequentemente, a gastronomia regional.


“Os níveis de poluição fecal são elevadíssimos”, afirma um estudo, realizado pela Universidade de Aveiro.

“A gastronomia regional, com base no peixe do rio Tejo, pode estar em risco, dado que a poluição, o assoreamento e as barragens ameaçam a sustentabilidade da pesca e a viabilidade das espécies do Tejo», explica o relatório, citado na página do Público, com base em informações a que a agência Lusa teve acesso.

A intensificação de actividades, como a agricultura, a industrialização e o aumento da população em redor do rio aumentaram a poluição, designadamente a presença de “bactérias ou vírus patogénicos” na água, salienta a investigação, desenvolvida no âmbito da candidatura da Cultura Avieira a Património Nacional. Vila Franca de Xira foi escolhida como região-piloto para a pesquisa.

O projecto, orientado pelos professores António Matias Correia e Anabela Pereira e orçado em mais de 240 mil euros, contando com verbas do Programa de Valorização Económica e Recursos Endrógenos (PROVERE), do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), foi oferecido à Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, com o objectivo de detectar e discriminar fontes de poluição. A ideia é “contribuir para que o Tejo seja um rio mais limpo”.

Ainda assim, pode ser tarde de mais para o rio Tejo, que o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos classificou como muito poluído. O estudo da Universidade de Aveiro aponta, contudo, que é preciso recuperar a qualidade da água, restabelecer ecossistemas e recolonizar as espécies que foram desaparecendo.

Com cerca de 1.007 quilómetros e uma bacia hidrográfica com mais de 80 mil quilómetros quadrados, o rio Tejo é não apenas o maior rio português, mas também o maior rio da Península Ibérica. Nasce em Espanha, na serra de Albarracim, e desagua no oceano Atlântico, próximo de Lisboa. Ao longo do seu percurso, recebe as águas de importantes rios portugueses e espanhóis e banha importantes cidades, tais como Toledo e Aranjuez, em Espanha, e Abrantes, Santarém, Vila Franca de Xira e Lisboa, em Portugal.

Fonte: Green Savers

0 comentários:

 

Contador

LIKE BOX

Arquivo

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”