Mitos Urbanos: O Gangue da Boca de Palhaço

O MITO: Pelo Carnaval, duas jovens universitárias foram abordadas por um grupo de rapazes no Bairro Alto com a pergunta: "Morte, violação ou boca de palhaço?" Acharam que era brincadeira carnavalesca e responderam 'boca de palhaço'. Foram esfaqueadas da boca às orelhas.

O e-mail, que circulou pela internet o ano passado, terminava dizendo que a história já se tinha passado mais do que uma vez e era estranho não ter sido divulgada nos media, pedindo para se alertar toda a gente. Vinha assinado por uma jornalista e tinha um telefone.



O Mito Nos emails, que circularam aos milhares, chegou mesmo a ser colocada uma fotografia de uma jovem de perfil, "a posar" com a boca cortada. Para tornar mais verídica a mensagem, o autor fala sempre na existência de vítimas que se encontram internadas no hospital, após terem sido cortadas. Em Faro, o caso levou mesmo o Governo Civil a reunir-se de emergência com a Associação de Estudantes da Universidade do Algarve, para esclarecer que tudo não passava de um embuste. Durante o encontro, que contou com a presença do comandante distrital da PSP e do responsável da Investigação Criminal do Comando Territorial de Faro da GNR, o governador civil garantiu que não se registaram na região algarvia quaisquer casos semelhantes aos relatados nas referidas mensagens.

 A VERDADE: Trata-se de um boato, sem qualquer fundamento, que inclusivamente já foi desmentido pelas autoridades policiais e pelas entidades de saúde do Algarve, o qual tem lançado o pânico em muitas escolas e famílias da região", sublinha Carlos Silva Gomes da PSP de Faro, lamentando a falta de civismo por parte dos autores deste tipo de mensagens, com implicações na estabilidade social e na manutenção da ordem pública. A jornalista que assinava esta história violenta e alarmista garante que apenas reenviou um e-mail que recebeu a uns amigos.

Mais tarde surpreendeu-se ao recebê-lo novamente, de outra fonte, e com os seus contactos em rodapé. Durante mais de um mês recebeu dezenas de telefonemas a tentarem confirmar a história e teve de desactivar o número de telefone. A Polícia Judiciária não tem conhecimento de qualquer história destas, mas o argumento é demasiado parecido com o da série norte-americana 'Nip Tuck', que tem milhões de fãs em todo o mundo, incluindo Portugal. Na série, um psicopata com máscara de palhaço desfigura as vítimas com um corte dos lábios às orelhas antes de as violar. Um argumento com todos os ingredientes para se converter em mito urbano.

Fontes: Expresso, Activa


0 comentários:

 

Arquivo

LIKE BOX

Contador

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”