Rosinha gasta 47 mil em tapetes

A presidente na apresentação do orçamento
disse que a autarquia estava de boa saúde financeira
V. Franca de Xira: Artesanato de Portalegre no espólio municipal.
 A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, liderada por Maria da Luz Rosinha, comprou duas tapeçarias murais decorativas de Portalegre por 47 170 euros. 

 Contactado pelo CM, o gabinete de comunicação da presidente justificou a despesa com "a política de aquisição de acervo cultural para o espólio municipal" da autarquia. Além disso, refere a mesma fonte que "as duas tapeçarias, adquiridas para a coleção do Museu do Neo-Realismo [único do País], reproduzem duas obras de dois nomes incontornáveis das artes plásticas em Portugal: Nadir Afonso e Rogério Ribeiro". As peças em causa estarão expostas este ano: uma no salão nobre da câmara municipal e outra no Museu do Neo-Realismo. O contrato de aquisição das tapeçarias à empresa Manufatura de Tapeçarias de Portalegre Unipessoal Lda foi publicado na página da internet do Governo sobre os contratos públicos a 29 de outubro de 2012. Apesar das dificuldades económicas gerais, o Município de Vila Franca de Xira conseguiu chegar a 2013 de boa saúde financeira, segundo a própria autarca, na altura da apresentação do orçamento da câmara municipal para este ano, cerca de 71,1 milhões de euros.

Fonte: Correio da Manhã

0 comentários:

 

Arquivo

LIKE BOX

Contador

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”