este escriba: mas quem é este rapaz?

Estimada Pessoa da Internet, que agora mesmo tenta decifrar o sentido destas linhas, tenho a perfeita noção que não nos conhecemos ainda e esse facto menor talvez ajude a compreender o porquê dos presentes parágrafos! Não tenho um especial apreço por preâmbulos, mas sou pessoa para salivar por um bom preliminar e foi com essa intenção que nasceu este texto! Considerem então isto como um ligeiro amasso por dentro da camisa...

Acontece que quando me foi feita a proposta de colaborar com este espaço, um dos primeiros pensamentos que me ocorreu foi “não posso começar a postar logo à Ron Jeremy! Tenho que me apresentar primeiro!”, imediatamente seguido de um outro “mas e depois vou escrever sobre quê, exactamente...?” e rematado com um muito presente “há já muito tempo que não vejo um filme do Ron Jeremy...”!

Não pretendo dissecar aqui currículo e resumo toda a informação necessária a esta apresentação ao seu mínimo: este rapaz deu-se a nascer durante a década de setenta e descobriu mais tarde que tinha dentro dele o sangue ribatejano e transmontano, gosta de bonitas cantigas e de filmes para maiores de 16, aprecia maratonas de sofá e não raras vezes pode ser visto a correr nu pelos campos! É Peixes, sabe cozinhar, mas prefere comer... E pronto, basicamente é isto!

Estimada Pessoa da Internet, fique então informada que este rapaz vai tentar contribuir com as suas opiniões, pensamentos, ideias, conhecimentos e tolices acerca dos mais variados temas, atravessando os panteões da música, do cinema, do humor e da cultura, todos eles próximos do coração e da mente, seja de uma forma positiva ou negativa!

Como forma de agradecimento pelo tempo dispendido a ler tudo isto, aqui fica um video de indivíduos a fazer coisas estupidamente perigosas mas fantásticas:


Rui Marujo
www.facebook.com/rui.marujo.9
ruimarujo@gmail.com

1 comentários:

David Soares disse...

Então bem vindo! Fico a aguardar por esses textos!

 

Contador

LIKE BOX

Arquivo

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”