Até que a voz nos doa

Os “Piranhas do Tejo” continuam a acompanhar a equipa do Vilafranquense para todo o lado e no último confronto com os visitantes do Sporting Clube Lourinhanense voltaram a marcar presença em força. De gargantas ao alto a claque não parou durante hora e meia e só faltou comer o guarda-redes adversário. Não se estranha, pois, que no final houvesse muita tosse, rouquidão e gosma. Resta saber se por terem gritado demasiado ou por ambas as equipas terem empatado o jogo...

Fonte: O Mirante

2 comentários:

Alter Ego disse...

Sempre a Piranhar!!!

Tau disse...

Domingo tou la yeahhhhhhhhhhh saudades man saudades.
Abraço com Espinhas

 

Arquivo

LIKE BOX

Contador

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”