Vilafranquense ganha em Vialonga por 3-0

O dérbi concelhio do passado domingo terminou com uma vitória clara da União Desportiva Vilafranquense (UDV) no campo do Vialonga por 3-0. A equipa de Vila Franca, que se mantém nos lugares cimeiros da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Lisboa e apostada na subida, dominou a partida frente a um Grupo Desportivo de Vialonga com muitos problemas para formar equipa, devido a lesões e a algumas saídas.


Os vialonguenses apresentaram-se, por isso, com um grupo muito jovem, que incluía seis juniores, e sentiram muitas dificuldades para resistir ao ritmo do Vilafranquense. Os erros defensivos cometidos ajudaram, também, a avolumar o resultado. Marcaram pela UDV Lucas (2) e Ivo. Na classificação, o Vilafranquense mantém o terceiro posto, agora com 28 pontos, menos 8 que o líder Montelavar, que cedeu um empate caseiro frente ao Tojal. O Vialonga caiu para o décimo-quarto lugar, com 12 pontos. Na próxima jornada (arranque da segunda volta) destaque para o Vialonga- União e Recreio de Vila Nova da Rainha, enquanto o Vilafranquense joga nas Fontaínhas.

Bem estiveram, igualmente, as restantes três equipas do concelho de Vila Franca que disputam as provas seniores da AFL. O Alverca ganhou ao Vila Franca do Rosário por 1-0, com golo de Tópê (65 mts). Já o Povoense bateu o Real também por 1-0, com golo marcado por Wilson à passagem dos 25 minutos. Na tabela, o Malveira continua destacado, com 34 pontos. O Alverca é terceiro com 26 e o Povoense vem logo a seguir com 25. No próximo fim-de-semana, o Alverca recebe o Pêro Pinheiro e o Povoense recebe o Musgueira. Muito bem (e goleador) continua o Juventude da Castanheira, que venceu por 4-3 no campo do União e Mercês e manteve a liderança da 2ª. Divisão da AFL. Na próxima jornada, o Castanheira viaja até à Malveira da Serra.

 Fonte: Voz Ribatejana

0 comentários:

 

Contador

LIKE BOX

Arquivo

Filosofia

Sempre a espancar desde 2006, Representamos o espírito inconformado da Velha Guarda de Vila Franca de Xira que permanece por gerações. Somos Independentes e Regionalistas, Somos o eco dos tempos de glória, Somos a tua voz
“Se há característica irritante em boa parte do povo português é a sua constante necessidade de denegrir e menosprezar o que é feito dentro de portas. Somos uma nação convicta de que nada de bom pode sair da imaginação do português comum e que apenas o que nos chega do exterior é válido e interessante.”